sábado, 31 de janeiro de 2009

Língua Paga

Me rogaram uma praga...
E assim é que se acaba
O que começo a lhe contar.
Juro que fiz todas as rezas
Mas, veja, nem todas essas
Puderam juntas me livrar.
Então, paguei o que disse,
Entendi que não é crendice
E nem mesmo dito popular.
E agora acho até que foi sandice
Me agarrar com essa doidice
De não querer me entregar.

terça-feira, 13 de janeiro de 2009

Se Desiree mandou, eu vou...

Bungee Jumping sem corda é o amor:
Pulo de cabeça, de braços abertos,
Frio na barriga, adrenalina, pavor...
E lá embaixo, crianças... o abismo é certo.

sábado, 3 de janeiro de 2009

*Fin*

Então, paremos por aqui
Que já acabou a canção
E nunca uma sempre-viva
Vive ao lado de um bicho de verão...

Ano novo

Eu escrevi uma prece
Fiz promessa
Eu ajudei na quermesse
Eu fiz uma reza

Eu pedi um dia novo
E agora vou fazer certo
Vou refazer o meu jogo
Estou de olho aberto

O ano é verde, São Jorge,
Eu não quero o dragão,
Só um pouco da coragem.
Eu só quero é ser forte,
E cantar aquela canção,
Agora acabou a contagem.

&

O ponteiro só gira
Se eu sentir seu perfume
Parece mentira, mas
Acho que o relógio tem ciúme