sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009

Eu me sei.

Quem disse que eu não sei
Onde foi que eu errei
Eu me conheço, meu bem,
Eu me conheço tão bem
Quando a razão desanda
Bagunça o meu coração
E eu me perco na ciranda
Da minha confusão
Mas eu não deixo de amar
Eu só não sei é falar
Onde é que me dói
O que é que me dói
Pra encontrar a saída
Eu preciso de espaço
E invento despedidas
Pra evitar embaraços
E na minha solidão
Sem nada a me distrair
Organizo a razão
E o coração
Começa a me trair
POr que a saudade dói
Ah, isso eu sei dizer
Uma dor que me corrói
Parece que eu vou morrer
Mas espere, meu bem e verá
Que eu vou me levantar
COmo for, com você, sem você
Eu vou viver...

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009

Tempo

Estive só
A caminhar por aí
Me acompanhou o sol
Todo dia era feliz
A vida foi
Maravilhosa pra mim
E eu agradeço, pois
Eu vi florir meu jardim
Tudo mudou
E eu me redescobri
Minha fé me ensinou
Que o melhor é sorrir
Ainda assim
Com tanta felicidade
Nada aconteceu afim
De apagar a saudade
E meu jardim
Que por cuidar me desvelo
Se encheu de flores assim
E ficou muito mais belo
Para o meu Arcanjo.

terça-feira, 10 de fevereiro de 2009

Um beijo.

Foi dança, feitiço
Seu olhar virou meu
De um só giro...
E ai, Meu Deus.
Naveguei lá no céu
Flutuei lá no mar...
E no seu carrossel
Vi o mundo rodar.

Verão.

Eu olhei
Mas não vi.
E daí?
É verão...
E o sol
E o sal
E é tanto_ são tantos
Não ver um
É ter todos.