quinta-feira, 23 de outubro de 2014

Nós

Dançar ciranda de rodar sozinho
Andar sem par aqui pelo caminho
Ver um monte de colos e ouvidos sós
Ser um bando de dores, bocados de nós.

Nenhum comentário: