terça-feira, 1 de março de 2016

Divido com você a alma quente
O corpo abrigo, calor que te anima
Te dou a terra, a água, o sol que brilha
Serei a sombra fresca, a dor ausente.
Eu fico a esperar, chegada viva
O choro, o despertar, sou alimento
Agradeço a um Deus bondoso, único
O amor, a dor, a felicidade. Sofia.

2 comentários:

Mateus Borba disse...

Você sabe falar tudo em poucas palavras lindas

Beijos

Mateus Borba disse...

Cadê mais desse tanto?